Blog do Navarro

Análises e notícias do São Paulo F.C.

Category Archives: Patrocínio

Novidades sobre patrocínio, fornecedor de material esportivo e reforma do Morumbi

O Blog do Marcello Lima fez uma excelente entrevista com Julio Casares, a qual você pode ouvir, na íntegra, aqui.

Eis os principais trechos da entrevista:

- Fornecedor de material esportivo

Nós temos ainda 2012 com o atual fornecedor, então o ano será importante para debater e conversar com os candidatos, que são vários e que já se manifestaram e que querem vestir o SPFC, mas temos também uma preferência com a Reebok, não apenas comercial, mas também institcional, pelo investimento muito grande em lojas.

Estamos muito felizes com ela,  a expectativa é que renovemos, mas estaremos atentos a todas as propostas das empresas concorrentes. Isso deve começar a acontecer por volta de abril e maio de 2012.

- Patrocínio Master

O BMG tem contrato até dezembro e estamos conversando. Existe uma satisfação da parte do SPFC e do patrocinador e tudo indica que possa haver uma continuidade por mais uma temporada.

Claro que isso ainda depende de alguns ajustes mas estamos conversando para chegar a um acordo muito positivo para os dois lados, para que ela continue nessa importante parceria.

Nada próximo dos R$ 30 milhões?

Não, não, infelizmente não. Na soma dos patrocínios, nós chegamos nesse valor e o superamos. O patrocínio master, infelizmente, não chegamos aos R$ 30 mi, mas vai chegar próximo. E na soma das outras propriedades, ultrapassamos a soma dos R$ 30 milhões,   independente de dificuldade momentânea, mas o SPFC tem vocação para buscar o máximo possível.

- Reforma do Morumbi

Eu acredito que até o final do ano vamos dar ao são-paulino uma grande notícia. É muito complexo porque além do entendimento com grandes empresas, tem que ter todas as confirmações, as autorizações legais, e toda a amarração financeira e um cronograma de um business plan para estabelecer o retorno desse capital investido.

Então, não é algo tão simples, por isso leva um tempo. Mas eu acredito, estou otimista que até o final do ano consigamos aí informar à coletividade que o estádio do Morumbi terá um dos capítulos mais importantes após sua inauguração.

Além do ganho patrimonial, vamos ter um ganho institucional na presença de novos torcedores e viabilizando todo um setor, que prevê até a construção de um hotel, de prédios anexos, cinema e toda a continudade do Morumbi Concept Hall.

O Hotel está incluso?

Está incluso. E sendo um prédio, nesse prédio pode ter auditórios, salas de convenção etc. Imagine o que isso pode repercutir para o SP em termos de receita e de volume de tráfego de pessoas no Morumbi Concept Hall.

Portanto, agrega não apenas o patrimônio, mas  receita e consumo para o estádio, otimizando todas as outras unidades que fazem parte do complexo.

(…)

Umas das nossas ambições no passado era alugar e vender camarotes. Hoje não temos sequer mais nenhum camarote pra vender.

Está tudo ocupado, graças não apenas ao futebol, mas também aos shows, que é um atrativo empresarial para camarotes corporativos.

Acreditamos que agora o próximo passo serão camarotes e suítes famliares, que são mini-camarotes para 15 pessoas e que vamos vender para famílias. 

Teremos no anel intermediário. Já temos um,  que é o do Rogério Ceni, e que é a grande porta de visita para os camarotes para familiares. Tenho certeza que será um grande sucesso, então é mais uma forma de agregar receita.

São Paulo receberá R$ 14,25 milhões por mais 6 meses de contrato com o banco BMG*

O São Paulo anunciou ontem um novo acordo com o banco BMG, seu principal patrocinador. Mas, apesar do contrato mais pobre do que o anterior, o clube promete que irá aumentar o faturamento com a manobra.

A última parceria, fechada no ano passado, rendeu ao time R$ 25 milhões em dez meses. Segundo um importante dirigente são-paulino, o contrato atual, válido até o começo de janeiro, prevê o pagamento de 5% a menos por mês (R$ 14,25 milhões no total).

A razão da queda, para o mesmo cartola, deve-se a ajustes no orçamento do banco, que já está com sua cota para patrocínios para 2011 comprometida. O BMG irá compensar o decréscimo aumentando o gasto no time por meio da Lei de Incentivo Fiscal, na qual consegue deduzir até 1% do seu imposto de renda com investimentos em esportes.

A utilização de um camarote no Morumbi, prevista no contrato recém-encerrado, também será negociada separadamente. Com as novas transações, o São Paulo diz que irá aumentar em até 12% o valor do investimento feito pelo banco. Além da cota de patrocínio, o BMG emprestou ao clube R$ 40,6 milhões no ano passado.

fonte: Folha SP

COMENTÁRIO:

Já se sabia que a renovação com o banco BMG estava bem encaminhada. O único empecilho era o tempo do novo contrato: o clube queria apenas até o final do ano, ao passo que o banco insistia em renovar até o meio de 2012.

Pelo visto, prevaleceu a vontade do SP. A vantagem em encerrar o contrato em janeiro ao invés de junho é que naquele periodo do ano as empresas estão definido os investimentos com publicidade. Ou seja, há maior demanda do mercado pelo espaço publicitário que o clube disponibiliza.

Assim, no fim do contrato, o clube poderá negociar com várias empresas, inclusive com o próprio BMG, tendo boas chances de obter valores mais satisfatórios – principalmente porque o marketing tricolor não pretende manter o loteamento do uniforme por muito tempo.

A respeito do valor do acordo, temos, na verdade, um aumento. Em 2010, o banco BMG acertou o pagamento de R$ 24 milhões por 10 meses de contrato, ou seja, R$ 2,4 milhões por mês. O detalhe é que este acerto incluía a cessão do espaço das mangas do uniforme por 4 meses.

Agora, acertando apenas o espaço master por R$2,37 milhões por mês, há, obviamente, um aumento, uma vez que o clube ganhará praticamente o mesmo valor com uma contrapartida menor.

Assim, o SP poderá facilmente compensar a diminuição de 5% do valor com a comercialização da manga da camisa.

Além disso, há as compensações mencionadas pela matéria: investimento pela Lei de Incentivo ao Esporte e negociação em separado do camarote no Morumbi.

Portanto, no fim das contas, se verificará um aumento razoável nos ganhos do clube com patrocínio, resultado bastante significativo para negociações nessa época do ano. Só para efeito de comparação: a melhor proposta que o Flamengo obteve foi de R$ 15 milhões por ano, praticamente o mesmo valor que o SP obterá em 6 meses.

Portanto, o SP fez um bom negócio. Agora, é torcer para que o clube tenha sucesso nas negociações em 2012, obtendo valores que permitam ao clube não negociar outros espaços da camisa, mantendo-a mais preservada.

*Atualização: Segundo o lancenet!, o valor do contrato seria de R$ 17 milhões, metade da meta anual do clube (R$ 35 milhões). Não sei qual valor procede. É possível, por exemplo, que nesses R$ 17 milhões estejam incluídos prêmios por títulos, valor esse que não pode ser considerado por se tratar de algo incerto.

Caso o valor de fato seja R$ 17 milhões, sem premiações, o contrato é ainda mais vantajoso do que se imaginava.

TIM pagará ao SPFC patrocínio 50% superior ao de Palmeiras e Corinthians

Hoje foi noticiado que o São Paulo acertou contrato de patrocínio com a TIM. O clube receberá R$ 3 milhões por ano até 2013 para inserir o logotipo da empresa nos números da camisa tricolor.

Mais uma vez a Diretoria mostrou competência no quesito patrocínio. Depois de fechar com o banco BMG por valores recordes, conseguiu 50% a mais da TIM do que o valor obtido pelos rivais Palmeiras e Corinthians – ambos fecharam por R$ 2 milhões anuais com a mesma empresa de telefonia móvel.

Segundo o globoesporte.com,  o acordo com a empresa ainda prevê um setor especial na arquibancada do Morumbi para clientes da empresa – que terão benefícios como desconto de 50% na compra de ingressos.

Resta apenas saber se o acordo repercute na negociação que o clube estava tendo com a Telefonica para cobertura do Morumbi.

Reebok lança moda casual e retrô

Veja as imagens do lançamento da Reebok.

Destaque para a retrô do Zetti.

Para mais fotos, entre aqui: http://www.vipcomm.com.br/include/busca/busca.php?destino=foto&pagina=1&texto=Sao-Paulo-moda-casual

Siga o Blog do Navarro no twitter: @blogdonavarro_

BMG paga ao SPFC mais do que paga a Flamengo, Atlético MG e Cruzeiro juntos*

Eduardo Ohata

Robusto.

O valor do patrocínio do BMG ao São Paulo, por dez meses, quase iguala o total pago ao Fla, Atlético-MG e Cruzeiro juntos. O banco dá ao clube do Morumbi R$ 25 milhões. Os outros três, somados, levam cerca de R$ 28 milhões.

fonte: Folha SP

COMENTÁRIO:

A matéria comete um equívoco, a meu ver: compara valores pagos por períodos distintos. Para fazer qualquer comparação é preciso igualar os parâmetros.

O Flamengo, o Atlético MG e o Cruzeiro recebem do BMG, juntos, R$ 28 milhões por 1 ANO!.

O SPFC receberá do BMG R$ 25 milhões em 10 MESES!

Além do parâmetro temporal, há um equívoco quanto ao valor do patrocínio do BMG.

O SPFC receberá R$ 27 milhões e não R$ 25 milhões, conforme informações do Marcello Lima, da rádio Jovem Pan).

Se igualarmos o parâmetro de tempo de contrato, veremos que o resultado é ainda mais impressionante.

O patrocínio da BMG é de R$ 27 milhões por 10 meses, o que dá R$ 2,7 milhões por mês. Inserindo esse valor no parâmetro utilizado no mercado (12 meses), temos, na verdade, R$ 32,4 milhões anuais (12 x 2,7 milhões) do banco BMG.

Assim, temos que o BMG paga ao SPFC, proporcionalmente, R$ 32,4 milhões anuais, contra R$ 28 milhões anuais de Atlético MG e Cruzeiro e  Flamengo.

Ou seja, na verdade o BMG paga ao São Paulo MAIS do que paga a Atlético MG e Cruzeiro e Flamengo juntos!

Evidente que não podemos desprezar o fato de que Atlético MG e Cruzeiro não tem a exposição que o SPFC tem, por ser um clube da maior cidade do país, e portanto, com maior mercado consumidor.

De qualquer forma, tais valores de patrocínio mostram a competência do Casares (que segundo o Marcello Lima, foi quem conduziu e concluiu a negociação) e a força da marca SPFC.

É preciso apenas fazer uma ressalva nessa comparação: a BMG patrocina apenas as mangas do Flamengo (por incríveis R$ 8,5 milhões). Ou seja, não dá pra comparar o que o banco paga ao SPFC (mangas e master até o fim de 2010, e apenasmaster em 2011)  com o que paga ao clube carioca.

Se quisermos compara patrocínio do Flamengo e do SPFC é preciso considerar o total obtido em 2010. E nesse caso, temos um ‘empate técnico': o SPFC vai arrecadar R$ 28,5 milhões em 2010 contra R$ 30,5 milhões do Flamengo (R$ 8,5 milhões do BMG mais R$ 22 milhões da Batavo, segundo o Lancenet!).

De qualquer forma, os números realmente impressionam.

Se você quiser ver com mais detalhes os valores recordes obtidos pelo SPFC com a parceria do BMG, veja aqui e aqui.

*corrigido

Patrocínio do BMG é ainda maior do que foi divulgado

Marcello Lima

Pelo que pude apurar o patrocínio com o BMG é um pouco maior do que os 25 milhões anunciados pela imprensa.

O acordo de 10 meses vai render cerca de 27 milhões aos cofres São Paulinos.

fonte: blog do Marcello Lima, Kigol.

COMENTÁRIO:

Se R$ 25 milhões por 10 meses já era espetacular, imaginem R$ 27 milhões…

Só não sei se esses R$ 2 milhões de diferença não seriam premiação em caso de título… Nesse caso, não poderiam ser considerados, já que para comparar os valores de mercado é preciso considerar apenas os valores que os clubes receberão com certeza.

SPFC obteve valor recorde de patrocínio. Mas quanto o clube de fato arrecadou com patrocínio eventuais?

Eduardo Ohara

Boca cheia.

No São Paulo, dirigentes dizem que, só com patrocínios pontuais, o clube fez R$ 18,5 mi neste ano, ou mais do que a ex-patrocinadora LG pagava por uma temporada inteira. Não entra na conta o recém-fechado contrato com o BMG.

fonte: Folha SP (dica do Betão)

COMENTÁRIO:

Esses valores divulgados pelo SPFC divergem dos valores que calculei com base no que foi divulgado na mídia a respeito dos patrocínios eventuais do clube.

Não estou a questionar a credibilidade do clube, mas quero apenas tratar a questão com a maior isenção possível. Até porque eu posso ter me equivocado no cálculo, bem como os valores divulgados na mídia dos patrocínios eventuais também podem estar errados.

Enfim, quero apenas tentar esclarecer os fatos.

Eis o cálculo que fiz a partir do que foi divulgado pela internet sobre os Patrocínios eventuais

Tenys pé: R$ 1,2 milhão

Locaweb: R$ 600 mil

Biosintética genéricos e bombrill: R$ 6 milhões

Wizard, Tenys Pé e Sil Fios: R$ 1 milhão

Hypermarcas: Bozzano, Assolan, Zero cal: R$ 4 milhões

IPS: R$ 1 milhão*

Total: R$ 13,8

Assim, há uma discrepância de quase R$ 5 milhões. Não sei se a Diretoria está considerando os valores obtidos com os megashows no Morumbi ou se eu esqueci de algum patrocínio eventual (se de fato esqueci, fique à vontade para mencionar nos comentários).

Quando tratei do assunto, estimei em R$ 16 milhões os valores de patrocínios eventuais, que daria um total de R$ 26 milhões em 2010 com patrocínio (considerando o BMG).

Considerando o valor divulgado pelo clube, na verdade o total anual será de R$ 28,5 milhões, um crescimento de 78% em relação a 2009.

Considerando o valor calculado pelo blog, o total anual seria de R$ 23,8 milhões, ainda assim, um valor considerável, representando um aumento 48% em relação ao ano passado.

De qualquer forma, seja qual for o valor exato, o fato é que o SPFC conseguiu valores recordes de patrocínio.

*É mera estimativa. Na verdade não sei o valor ao certo pago pela IPS. O que se sabe é que o SPFC acertou em julho de 2009 um contrato de R$ 3 milhões por 6 meses para as mangas da camisa. Mas o patrocínio durou até o final de fevereiro de 2010, e não se sabe ao certo o valor pago pelos meses de fevereiro e janeiro de 2010. Assim, estimei R$ 500 mil por mês (informações obtidas com auxílio de @michaelserra, responsável pelo site SPFCpedia).

SPFC alcança valores recordes

Por R$ 25 milhões, Tricolor fecha com novo patrocinador até junho de 2011

O departamento de marketing do São Paulo apresentou no início da tarde desta segunda-feira o seu novo patrocinador pelos próximos dez meses: o Banco BMG, que no Campeonato Brasileiro, já tinha acordo com Atlético-MG, Cruzeiro, Flamengo e Atlético-GO, acertou um contrato até o dia 30 de junho.

Até dezembro, a empresa poderá estampar sua marca no peito, nas costas e nas mangas da camisa do time do Morumbi. A partir de janeiro, será no peito e nas costas.

Os valores da negociação não foram divulgados.

Mas o GLOBOESPORTE.COM apurou que o Tricolor por esses dez meses receberá a quantia de R$ 25 milhões, valor bem superior ao último contrato que o clube tinha com a LG, do ramo de eletrônicos.

Por nove anos, a empresa coreana foi a parceira da equipe do Morumbi e, no último ano de contrato, pagou R$ 16 milhões.

fonte: globoesporte.com (dica de @spfc)

COMENTÁRIO:

Adalberto Baptista, diretor de marketing, foi um dos responsáveis pelo belo contrato com o BMG

Simplesmente espetacular. A Diretoria foi muito criticada por ter fracassado na meta de obter um patrocínio de R$ 40 milhões para 2010 (incluindo peito, costas e manga da camisa).

Mas agora acredito que as críticas se transformarão em elogios.

Para analisar os valores obtidos, faremos três análises. Primeiro será considerado o valor total de patrocínio em 2010, já que o parâmetro é o ano calendário.

Na segunda análise vamos considerar apenas os valores do contrato que foi firmado com a BMG, independentemente do ano calendário. E por fim, analisaremos a perspectiva de patrocínio para 2011.

Vamos aos cálculos:

Patrocínios eventuais renderam bons valores ao clube

1 – Patrocínio em 2010

Os R$ 25 milhões da BMG para 10 meses equivalem a  R$ 10 milhões pelos 4 meses restantes de 2010.

E com esses R$ 10 milhões, somados aos R$ 16,2 milhões* obtidos com patrocínios eventuais no 1º semestre, chegamos a um total de R$ 26,2 milhões no ano de 2010.

Um crescimento de 63,8% em relação a 2009. Longe da meta de R$ 40 milhões, mas ainda assim um aumento muito substancial.

R$ 30 milhões anuais - valor sem precedentes

2 – Apenas o patrocínio do BMG

O patrocínio da BMG é de R$ 25 milhões por 10 meses, o que dá R$ 2,5 milhões por mês.

Inserindo esse valor no parâmetro utilizado no mercado (12 meses), temos, na verdade, R$ 30 milhões anuais.

Comparando com os R$ 16 milhões anuais pagos pela LG, tem-se um aumento espetacular de 87,5%.

3 – Patrocínio em 2011

Dos R$ 25 milhões da BMG, R$ 15 milhões serão pagos por 6 meses de patrocínio master (apenas peito e costas, sem as mangas) em 2011 – o equivalente a R$ 30 milhões anuais apenas por patrocínio master.

Só para efeito de comparação: o Corinthians, time de maior patrocínio no Brasil, embolsa R$ 23,5 milhões anuais com o patrocínio master.

Ou seja, a esses R$ 15 milhões, o clube poderá somar patrocínio apenas nas mangas pelos primeiros 6 meses do ano, mais patrocínio master e das mangas do 2º semestre de 2011.

A parceria pode ajuda inclusive a reforma do Morumbi

Ou seja, tem tudo para quebrar mais um recorde.

Além dos valores serem excepcionais, ainda há perspectivas de participação do BMG na reforma do Morumbi e na contratação de jogadores para o clube.

Em síntese: a Diretoria pode não ter obtido sua meta. Mas ainda assim fez um belo serviço.

* Valor aproximado. Ainda vou calcular com exatidão.

Detalhes do patrocínio

BMG ficará pelo menos 1 ano e pode ajudar na reforma do Morumbi

Marcello Lima

O São Paulo fechou contrato com o banco BMG para o jogo contra o Atlético Mineiro, domingo em Ipatinga.

Mas ao contrário do que aconteceu até agora, quando foram feitos vários patrocínios pontuais, o acordo entre o clube e o banco será  de pelo menos um ano.

A fase de “macacão de fórmula 1 “ou de “abada” como vinha sendo chamada a camisa tricolor está com os dias contados.

O acordo entre as partes deve ser assinado na semana que vem.

O valor do contrato é mantido em sigilo, mas, não deve atingir os 40 milhões pretendidos pelo São Paulo no começo do ano.

Porém a parceira não deve ficar apenas na exposição da marca na camisa podendo ser expandida para outras ações, como por exemplo, a reforma do Estádio do Morumbi.

Tudo isso esta sendo discutido e colocado no papel.

Nos próximos dias o acordo será anunciado oficialmente pelas partes.

fonte: Blog do Marcello Lima, Kigol

COMENTÁRIO:

Ontem o Lauro Jardim, da VEJA, tinha noticiado contrato com a BMG até o fim do ano. Mas agora o Marcello Lima, setorista do SPFC pela Jovem Pan, diz que será no mínimo 1 ano.

Se for exatamente 1 ano é complicado porque, se o contrato acabar em setembro do ano que vem, teremos novamente que quebrar o galho com patrocínios de ocasião até o fim de 2011.

Se o clube quer voltar a ter patrocínio de longo prazo, os contratos precisam acabar no fim do ano e não no meio do ano.

De qualquer forma, fica difícil analisar mais profundamente quando não se sabe os valores envolvidos. Mesmo que seja abaixo dos sonhados R$ 40 milhões, ainda pode ser algo bem considerável.

A análise do que o clube obtém de patrocínio é feita com base no ano calendário. Até o momento, o SPFC arrecadou cerca de R$ 15 milhões (valor aproximado, depois calcularei os valores exatos) com patrocínios eventuais.

Se o valor do BMG for, por exemplo, R$ 20 milhões por 1 ano, considera-se, proporcionalmente, que pagou R$ 6,5 milhões pelos 4 meses restantes de 2010. E aí soma-se esse valor ao que o clube já obteve (R$15 milhões) para saber quanto foi aferido no ano de 2010, e avaliar se foi satisfatório ou não.

Por fim, tem-se a questão do Morumbi. Pelo visto, a exclusão do estádio da Copa não inviabilizou o interesse de investidores. É importantíssimo conseguir mais empresas interessadas em investir na reforma do estádio. Até porque, até agora, o clube não terá acesso aos juros subsidiados do BNDES nem às isenções fiscais.

Ou seja, toda ajuda é essencial.

BMG confirmado até o fim do ano

Lauro Jardim

O São Paulo acaba de fechar um contrato de patrocínio com o BMG.

Até o final do ano, o banco terá a sua logomarca estampada no peito, nas costas e nas mangas das camisas. O acerto entre o BMG e o clube foi selado ontem.

fonte: radaronline, veja.com

COMENTÁRIO:

Hoje já noticiamos (na verdade foi o Leo Gomide que deu a  notícia em 1ª mão) o patrocínio do banco BMG para o peito, costas e mangas da camisa para a partida contra o Atlético MG.

E agora foi confirmado que teremos esse patrocínio até o fim do ano.

Sei que o logo não combina muito com o uniforme. Mas os recursos desse patrocínio serão muito importantes para a manutenção do clube.

O SPFC lucrou bem com patrocínios eventuais em 2010. Mas justamente por serem de ocasião, são incertos. Pode-se ter hoje mas não amanhã. Por isso, com esse contrato, a coisa já fica mais tranquila.

Resta saber os valores do patrocínio.

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 10.685 outros seguidores