Blog do Navarro

Análises e notícias do São Paulo F.C.

Reforma do Morumbi deve ser concluída em 2013. Cobertura do estádio perto de ser viabilizada

Duas questões estão bem avançadas. Ambas contam com parceiros em estudo para naming rights (concessão de direito de nomes). Seguindo a intenção de manter o projeto para Copa de 2014, mesmo com a Fifa descartando o estádio, a ideia é começar a cobrir o Morumbi. Para isso, o investimento será de até R$ 150 milhões. Além disso, uma “arena” será construída, sendo está com capacidade para 25 mil pessoas.

– Não teve porque mudarmos o cronograma, que está sendo mantido. Em dezembro de 2013 teremos o Morumbi adaptado para a Copa, com possibilidade da cobertura, que está próxima de acerto com um investidor. Se ele topar, então vai acontecer em breve – revelou ao LANCENET! José Francisco Mansur, membro do comitê da Copa-2014 e também do departamento jurídico do clube.

Vai ter cobertura maior no portão principal, onde vamos fazer uma arena para 25 mil lugares, que não se usa o campo todo. Sexta tem show e jogo no domingo. Estamos conversando com empresas para algumas ações, tudo sem comprometer o futebol. Inúmeros shows, em que se reúne 25 mil pessoas na quinta e outro de cinco mil na sexta. O projeto está delineado, mas merece um investimento grande. Precisamos agora do naming rights – completou Júlio Casares, vice de comunicação.

Com a cobertura, a diretoria acredita que o estádio ficaria ainda mais atraente para receber artistas internacionais, grande fonte de arrecadação (mais na próxima página).

Ano que vem também será inaugurada uma temakeria e estuda-se a possibilidade de uma casa para espetáculos. Com isso, segundo a cúpula, o Morumbi Concept Hall estaria completo.

Em 2010 foram lançados um buffet infantil, o Copa Bar e uma academia de ginástica. Além deles, camarotes foram vendidos. Hoje são cerca de 60 nos arredores do estádio.

Dando seguimento ao que se pretendia para Copa de 2014 e acrescentando atrativos ao público, o Morumbi se moderniza e o clube ganha cada vez mais dinheiro sem o futebol.

Projetos, obras e ambições para o ano que vem

Arena para shows

Um local com capacidade para receber 25 mil pessoas já foi projetado e deve começar a ser utilizado ainda em 2011. Para isso, falta acertar com um parceiro.

O mesmo ficará localizado logo após a entrada do saguão, dentro do estádio, com cobertura.

De fácil montagem, poderá ser utilizado em um dia e depois de dois o local estará à disposição para jogos de futebol. Setores térreo, arquibancada e cadeiras serão utilizados, além de um espaço móvel para mesas.

Casa para espetáculos

No Concept Hall, que, entre outras coisas, conta com a megaloja e um buffet infantil, a ideia é construir um espaço para apresentação de peças de teatro ou até mesmo salas de cinema. A intenção existe, mas ainda não avançou. Alguns parceiros estão sendo estudados.

fonte: Lancenet!

Dica do William

COMENTÁRIO:

A notícia repete informações já conhecidas do público, mas também traz algumas novidades, como a previsão de conclusão da reforma do estádio  em dezembro de 2013; a confirmação de que o clube está próximo de viabilizar a cobertura, além de detalhes da arena para shows e do morumbi concept hall.

Conclusão da reforma em 2013

Muito provavelmente essa meta indica que o clube ainda está de olho na Copa de 2014. No entanto, não ficou claro se essa reforma corresponde a todo o projeto concebido pela GMP para a Copa do Mundo (que, sem a cobertura, custa cerca de R$ 100 milhões e incluía o prédio anexo e os túneis centrais de acesso ao campo).

De qualquer forma, é bom saber que a obra ficará pronta no médio prazo. Muito se temia que, sem a Copa, o clube levaria um bom tempo para levar adiante essas obras.

Cobertura próxima de sair do papel

Paulo Pontes havia adiantado que o São Paulo estava em estágio avançado de negociação com a Telefonica para construir a cobertura do Morumbi.

As palavras de José Francisco Mansur de que a cobertura “está próxima de acerto com um investidor” aparentemente confirmam a informação do repórter da Jovem Pan.

No entanto, a contrapartida do clube seria apenas o nome da arena – ao menos é o que se infere do texto. Já Paulo Pontes disse que o clube cederia não apenas os naming rights mas também as receitas da arena para 25 mil pessoas por 30 anos, algo que parece pouco realista diante do grande trunfo dessa arena, qual seja, justamente suas receitas! Enfim, seja qual for a contrapartida do tricolor, o fato é que o negócio está bem encaminhado,  o que é, sem dúvida alguma, uma ótima notícia.

Detalhes da arena para shows e do morumbi concept hall

Aparentemente, a cobertura do estádio não será homogênea, pois no trecho que abrange a arena a cobertura será maior, conforme se observa no alto da imagem a seguir.

JPJL já tinha comentado algo semelhante, quando afirmou que o clube poderia fazer cobertura apenas sobre a parte da arena, caso não houve recursos para toda a obra.

A idéia sem dúvida é bastante positiva. Espero apenas que não afete a estética do estádio.

Outro aspecto interessante é essa versatilidade pretendida pela Diretoria, que permitiria ao clube conciliar o uso do Morumbi para jogos do time com a realização de pequenos e médios shows, sem necessidade de pagar aluguel atuando no Pacaembú ou na Arena Barueri.

Além disso, o estádio serviria para shows de todos os portes, aumentando consideravelmente as receitas geradas pelo Morumbi.

Quanto ao Morumbi Concept Hall, o projeto continua a pleno vapor. No fim das contas teríamos um belo shopping, com buffet infantil, livraria, megaloja, restaurante, temakeria, academia, e, quem sabe, teatro e cinema. Com a construção do monotrilho e da praça elevada em frente ao estádio, o Morumbi ficaria simplesmente perfeito.

Siga o Blog do Navarro no twitter

Veja também:

- Acordo com a Telefonica renderia ao São Paulo R$ 120 milhões para cobertura do Morumbi

- Clube negocia naming rights e construção de suítes para viabilizar cobertura do Morumbi

- Imagens inéditas do projeto da praça em frente ao Morumbi

About these ads

20 responses to “Reforma do Morumbi deve ser concluída em 2013. Cobertura do estádio perto de ser viabilizada

  1. ANDERSON SANTANA NEVES Setembro 30, 2011 às 11:40 am

    PARECE SER UMA BOA MAIS A MINHA PERGUNTA É A CAPACIDADE DO MORUMBI VAI DIMINUIR OU NÃO.
    POIS NA REDE NÃO ENCONTRO RESPOSTA PARA ISSO.
    POIS SE FOR DIMINUIR O ESTADIO VAI PERDE MUITO POIS É UM ESTADIO GRANDE E É ISSO QUE ME AGRADA.
    ME RESPONDA POR FAVOR EU QUERO UMA RESPOSTA???

  2. JOC Agosto 7, 2011 às 5:53 pm

    COM ESSAS REFORMAS DO MORUMBI E O CT DE COTIA CONCLUIDO,COM CERTEZA O SÃO PAULO F.C SERÁ O CLUB MAIS PODEROSO DO PLANETA E O SEU CRESCIMENTO É INFINITO.VAI TRICOLOR….

  3. Professor Marco Antonio Abril 29, 2011 às 3:34 pm

    Meninos, não adianta brigar. O futebol é apaixonante por isso mesmo, opiniões e paixões por diferentes cores e bandeiras. Acho que ao invés de ficarmos discutindo onde será a abertura, quem levará os créditos, deveríamos nos unir contra os abusos de SR. Ricardo Teixeira, esse sim, tem que sair para que o futebol e o esporte realmente ganhe. Deveríamos levantar uma bandeira contra esse senhor (proponho, talvez, que ninguém mais vá a estádio nenhum até que tenhamos cumpridas as regras do estatudo do torcedor) – claro que é UTOPIA, mas não custa sonhar né??

  4. CARLOS Abril 22, 2011 às 8:03 pm

    Bem, eu tinha avisado que o Juvenal é fanfarrão, prometeu e não conseguiu o tal patrocinio para a cobertura, quem mandou mexer com meu Coringão, mas agora o seu vice abaixou a bola, até reconheceu que o timão tem mais torcida e o são paulo a 5] colocado e portanto mais investimento de marketing de empresas. O ITAQUERÃO SERÁ O ESTADIO MAIS MODERNO DO PAIS, E RECEBERÁ OS JOGOS DA COPA, UMA IMPRESA ALEMÃ QUE FARÁ TODA A PARTE DE SEGURANÇA E VIDEO COM EQUIPAMENTOS ELETRONICOS DE ULTIMA GERAÇÃO, EU LHE DIZE JUVENAL.

  5. messias Fevereiro 1, 2011 às 8:00 am

    Parabéns Adauto. Achei fantástica a sua defesa do Morumbi. Tudo o que você disse em todas as palavras, assino embaixo. E o São paulo Futebol Clube, enquanto eu viver, pode contar comigo sempre nos bons e nos maus momentos. Abaixo, algumas palavras que não refletem nem 1% a safadeza de ricardo teixeira e sua quadrilha.
    Caros irmãos torcedores!
    A folha de São Paulo de 08 de janeiro, mostra no caderno de esporte em sua primeira página tomando todo seu espaço a cara do Ricardo Teixeira. Publica uma reportagem dizendo que o dono da CBF mudou o contrato da copa de 2014 e reduziu o seu lucro.
    Em 09 de janeiro de 2011 o mesmo jornal mostra em sua edição de esporte as condições precárias de Itaquera onde pretende se erguer o estádio para a abertura da copa e a pobreza de seu entorno. Não existe ainda ninguém que queira patrocinar a deficitária aventura. Não existe ainda projeto para o estádio. Não existem meios de transportes adequados, hospitais e infra estrutura de um modo geral que possa fazer jus a tanto interesse do Ricardo Teixeira dono da CBF para manter naquele local a realização do seu sonho.
    Por muito menos que isso aquele canalha dono da CBF baniu o Morumbi. Vamos deixar barato essa afronta?
    Primeiramente, ele reduziu o lucro que teria com a copa de 2014. Desde quando o presidente da entidade tem direito a lucro pessoal na realização de um evento esportivo?
    Medidas que eu já tomei e peço que outros o façam independentemente do clube para o qual torcem, porém visando uma depuração na administração da CBF. e futuro banimento do Ricardo Teixeira de qualquer função ligada ao desporto nacional.
    I. Torcer sempre contra a seleção do Ricardo Teixeira.
    II. Desligar a televisão durante a transmissão dos jogos da seleção.
    III. Não consumir produtos das marcas que patrocinam a seleção do Ricardo Teixeira.
    IV. Se alguém tiver outras medidas que possam ser tomadas para a exclusão do câncer RT, aceito sugestões.

    • cláudia silva Setembro 27, 2011 às 7:29 pm

      meu eu sou morumbi e não abro, apesar de morar próximo ao bairro de itaquera e desejo sim ter um estádio por perto enfim eu não sou louca em acreditar que o estádio do corinthians possa receber os jogos da copa, considero itaquera um dos piores bairros de sp, em redor do estádio um terror, que irá assustar qualquer turista que desejar ir aos jogos, que vergonha uma grande potência mundial que é o estado de sp apresentar ao mundo essa itaquebrada quando é que o povo brasileiro irá ter um pouco de dignidade lá fora? bom a resposta a essa pergunta eu ja tenho pelo menos em se tratando de fotebool. .quando a rede globo ñ ser a preferida entre todas as emissoras, ela manipula o fotebool. quando o senhor RT for banido da cbf. infelismente isto é pura utopia, copa do mundo 2014 estado de sp bairro itaquera excelente infra extrutura, meio de transporte cheio de aconchego, lazer parque itaquera, shoppin center da hora kkkkkkkkkkkkkkkkkk, é rir p/ ñ chorar.

  6. Pingback: SPFC negocia sim a cobertura do Morumbi com a Telefonica, e deve ter alguma resposta até junho. Governo federal dá como certa abertura da Copa no RJ « Blog do Navarro

  7. Pingback: SPFC negocia sim a cobertura do Morumbi com a Telefonica. Clube deve ter alguma resposta no 1º semestre de 2011. Governo federal dá como certa abertura da Copa no RJ « Blog do Navarro

  8. Henrique Janeiro 5, 2011 às 12:28 pm

    Arrogância é fazer um projeto e não ter competência e capacidade de realizá-lo? Então o SPFC também está nessa, pois apresentou um projeto para a FIFA sem saber o valor, e quando soube que o valor é de 630 milhões acabou andando pra trás equis enfiar guéla abaixo um projeto de 200 milhões. Não é porque o clube SE ACHA soberano de tudo que todos tem que abaixar a cabeça e obedecer o que o SPFC mandar. Se quer ser um estádio de Copa tem que ter rigor, se não consegue segurar a bronca é melhor nem tentar para não pagar mico (como o Morumbi pagou).
    Sobre estádio 5 estrelas, se nego desconhece até sobre isso e vem falar que as 5 da camisa do São Paulo já bastam, mostra que a pessoa além de desconhecer sobre critérios da FIFA é parcial para O SPFC e não está tendo um senso crítico e sim um senso comum de torcedor fanático o que é natural). Então como disseram, quando alguém desconhece de algo e quer falar alguma coisa é um SENHOR ARROGANTE.
    Arrogância são os que acham o Morumbi perfeito e acima de tudo só por levar em conta o sentimento pelo SPFC, onde acabam sendo cegos e patetas, o que novamente é normal para um fanático, e eu claro sempre achei fanatismo, seja do que for, uma tremenda burrice.
    Morumbi sempre teve reclamação de deficiência visual. Já fui muito naquela geral (por obrigação) e não consigo ver o campo inteiro, inclusive eu fui depois das reformas. A geral do Morumbi é um LIXO, e só discorda quem é fanático ou quem nunca foi lá!
    A visão TOSCA do morumbi é principalmente da geral e das arquibancadas de trás do gol, pois ficam muito distantes do gol, mas essas eu sei que não tem jeito, logo, se ao menos fizessem da atual numerada uma nova geral, já iria evoluir muito.
    Agora enquanto houver conservadores de que não pode tocar na arquitetura do Morumbi, esse mesmo estádio no qual frequento toda semana será sempre um estádio velho e ultrapassado sempre atrás dos estádios modernos Mundiais. Faltou ousadia para o São Paulo, ousadia essa que Palmeiras e Grêmio fizeram.
    Todos os estádios vão ter cobertura, você estará em 2014 e não venha comparar com África do Sul. Se todos os estádios terão cobertura, porque somente o Morumbi quer ser o diferente? Achou que a arrogância venceria novamente? O MÍNIMO que um estádio nos dias de hoje deve ter é uma cobertura, pois não quero pagar 40 reais em um ingresso para tomar chuva.
    Sobre o Beira-Rio ele é um exemplo, pois DEMOLIRAM A GERAL e farão outra com visibilidade decente não havendo mais aquele setor nivelado ao gramado que por sinal há muitos anos está desativado.
    Se querem fazer pista de atletismo para criança carente que faça em outro lugar, pois o Morumbi é um estádio para profissionais, um estádio que quer ser de Copa do Mundo não deve nem sondar em ter uma pista de 4 raias (oficial é 8) em volta do gramado. Sobre o shows nem vou comentar, assim que estiver pronto a ARENA MULTI USO do Palmeiras o Morumbi terá uma concorrência direta e aí quero ver se terá a mesma demanda de shows se continuarem com essa linha de conservadorismo. Se terá Arena 25, também terá a Arena Palestra que terá condições para shows pequenos, médios e grandes. Ela será literalmente uma concorrência direta. Isso eu to contando com a Arena 25 né, pq nem isso é certo ainda.
    Quem diz que a Arena Gambá foi aprovada logo de cara mostra o quanto é desinformado e mostra novamente a “arrogância soberana” em dizer o que não sabe. Ela foi apresentada e ela será a candidata de São Paulo para a abertura. Ninguém confirmou que ela já era certa como abertura. Mineirão e Brasília estão na briga para a abertura. E de todas as “arenas” que apresentaram, a melhor até agora em São Paulo foi a Arena Chiqueiro, que pode não fazer a abertura, mas pelo menos jogos menos importantes com qualidade.

    SPFC é bom parar de achar que o Mundo gira em torno da gente. Pois se continuar assim, 2011 terá patadas maiores do que foi em 2010. Se quer fazer um estádio digno do que pede os tempos modernos, pense pelo menos igual Laudo Natel: “Se é pra sonhar, que seja grande!”

    • Adauto Janeiro 5, 2011 às 5:05 pm

      Henrique,
      Arrogância é não conhecer seus limites, e achar que pode tudo.
      Quando o SPFC se propôs e assinou a Matriz de Responsabilidades, veja no Portal da Transparência:
      http://www.portaltransparencia.gov.br/copa2014/matriz/acoes-cidade.asp?codCidade=13&nomeCidade=S%E3o+Paulo+%96+SP
      Os investimentos estavam previstos em R$ 240 milhões para o estádio do Morumbi, era o limite tolerável, conhecemos nossos limites.
      Fato aceito pelos governos Municipal, Estadual e Federal, principalmente o Federal.
      Fato que deixou irritado o Lula pelo que fez o RT e quadrilha com o Morumbi e com estes governos, depois de tudo pronto e aceito.
      Destes R$ 240 milhões, R$ 5 milhões eram p/ projeto, R$ 150 milhões do BNDES e R$ 85 milhões por outras linhas de receitas.
      E nestes R$ 240 milhões estava incluso a cobertura, e o esboço de projeto do Itaquerão não tem cobertura, todos que tiverem nas arquibancadas atrás dos gols, vão tomar chuva.
      Foi muito bom citar Sr. Laudo Natel, foi ele quem impediu o JJ de rebaixar o gramado, se o fizesse ele o destituiria da presidência e assumiria o SPFC, pois fazer esta dívida de R$ 630 milhões iria desestabilizar o SPFC, não só pelos R$ 630 milhões, mas também iria acabar o Concept Hall e queriam isto e o corrupto do Jerome Valcke queria ainda que o estádio ficasse interditado por dois anos, tudo para inviabilizar o Morumbi, e claro, encaixar o galinhão, você acha que o RT e o Jerônimo estão fazendo de graça p/ o corinthians porque morrem de amor por aquele timecuzinho? Nós não pagamos propina, nãos somos corruptos.
      Aliás, ainda hoje conversei com o Sr. Laudo Natel, se quiser ter uma palavrinha com ele vai aprender muito, principalmente que para realizar um sonho, antes tem de conhecer seus limites e não ser arrogante, é um grande amigo.
      Mais do que arrogância, é ridículo querer impor ao SPFC que faça reformas no Morumbi conforme seus conceitos, o estádio é rentável e está se modernizando conforme podemos fazer, não somos arrogantes ao ponto de iniciar algo que não podemos.
      O JJ errou ao ceder para esta quadrilha e apresentar um projeto conforme exigências estapafúrdias, pagou caro pelo seu erro, ele não é dono do SPFC, o SPFC não tem dono, é de todos nós sãopaulinos.
      Há espaço em SP mais do que suficiente para duas arenas apresentarem shows de pequeno e médio porte, não se preocupe com isso, e o Morumbi continuará sendo o único que pode um show de pequeno ou médio porte à noite e no diaseguinte ter jogo.
      Quanto aos mega-shows, continuamos soberanos, cinco deles por ano já bastam, e sem estes grandes espaços entre as linhas do gramado e as arquibancadas, não há mega-show, arquibancadas muito próximas do gramado inviabilizam.
      Se quizer posso lhe enviar o caderno de encargos da FIFA para entender melhor o que falei, e quanto as cinco estrelas, a grandeza do SPFC não está no tamanho das colunas de concreto do seu estádio, e sim no feito de seus atletas e homens, por isso tenho mais orgulho daquelas cinco estrelas no peito do que ter um estádio padrão FIFA, por isso tenho mais orgulho do Morumbi como é, por causa do que foi feito e como foi feito, por homens como Laudo Natel, Cícero Pompeu de Toledo, Piragibe Nogueira; Luís Cássio dos Santos; Amador Aguiar; Altino de Castro Lima, Carlos Alberto Gomes Cardim, Luís Campos Aranha, Manuel Raimundo Pais de Almeida, Osvaldo Artur Bratke, Roberto Gomes Pedrosa, Roberto Barros Lima, Marcos Gasparian, Paulo Machado de Carvalho, Pedro França Filho Pinto, Porphirio da Paz, e tantos outros, do que ser subserviente a esta corja da FIFA e CBF.

      • Adauto Janeiro 5, 2011 às 7:36 pm

        Henrique, desculpe, tive de interromper abruptamente, e me desculpe alguns erros de português, escrevi sem revisar.
        O SPFC é uma entidade jurídica sem fins lucrativos, e tem obrigação de cumprir ações sociais, portanto, a pista de atletismo, mesmo que não oficial, tem múltipla função para nós sãopaulinos, educativa, para atender pessoas carentes, simbólica, duas de nossas cinco estrelas são do grande Adhemar Ferreira da Silva, bicampeão olímpico e recordista mundial em salto triplo, por isso nos faz lembrar do atletismo e seus grandes feitos, e para atender a seus associados.
        Quando o estádio foi projetado, foi para ser assim, com esta pista, construímos nosso caráter em cima de nossas ações e atitudes. Lamento que esta pista lhe incomode tanto.
        E isso não é arrogância, é humildade, arrogância é achar que não se deve fazer nada por aqueles que menos podem.
        Wembley foi demolido, e junto sua história, hoje nada significa, é apenas um elefante branco, o Estádio Olímpico de Berlim foi preservado, modernizado, e sua memória e significado, mesmo que nos remeta ao tirano e assassino Hitler, é reverenciado até hoje.
        Provavelmente o Pacaembu será o palco da abertura, vai ser modernizado, a falácia do Itaquerão tem vida curta, e o Pacaembu será como o estádio de Berlim.
        O curinguinha assinou a carta de intenções para ser Itaquera o palco da abertura, governador e prefeito falaram: vai ser.
        Governador do DF protestou, FIFA e seu Jerônimo desautorizou RT, que disse: vai ser.
        Curinguinha projetou um galinheiro, caro, o mais caro do mundo, pelo menos em alguma coisa é o maior do mundo, R$ 600 milhas, só não tem a grana; quem vai dar a grana para as galinhas? Até agora não apareceu nenhum otário.
        Mas esquece isso, o Morumbi não será estádio para a copa, é o nosso templo sacro-santo, sagrado e reverenciado, nos remete a nossa história, ao nosso presente, passado e futuro, ao Centro de Formação de Atletas Presidente Laudo Natel, ao Centro de Treinamento de Atletas Profissionais da Barra Funda, a Guarapiranga, nova escola, e tudo isso construído por atletas e associados, homens de caráter acima de tudo.
        Nunca chegaremos a um acordo, somos muito divergentes em opiniões quanto a ética, moral, decência, obrigação social e cívica.
        O Morumbi não é perfeito, nunca o dissemos que é. A perfeição é uma chatice. O Morumbi é perfeito para nós sãopaulinos nas nossas necessidades, para nos satisfazer, se não o atende, paciência, nada pode ser feito, não vou a um lugar que não me agrade, no entanto, não tenho a arrogância de querer impor minha opinião para que mudem o lugar conforme o meu desejo, isto é burrice, prepotência e petulância, não faço isso, e se tiver de ir por obrigação, irei de bom grado e respeito, não vou impor nada, não sou engenheiro de obra feita, questão de educação.

  9. Adauto Janeiro 4, 2011 às 6:17 pm

    Estádio do Corinthians se transforma em ‘Torre de Babel’

    Comitê Organizador de São Paulo critica comportamento da diretoria corintiana e diz que ‘muitas questões não estão de acordo com o que estabelece a Fifa’

    25 de dezembro de 2010 | 1h 44
    WAGNER VILARON – O Estado de S. Paulo

    SÃO PAULO – O andamento das obras de construção do estádio do Corinthians, em Itaquera, não está a pleno vapor como sugere o presidente do clube, Andrés Sanchez. Representantes do Comitê Organizador Local de São Paulo dizem que otimismo não é exatamente a palavra que melhor resume seu estado de espírito após as últimas duas reuniões, realizadas na semana passada, com integrantes da diretoria corintiana para discutir o assunto. Cada lado defende argumentos diferentes, o que transforma as reuniões em verdadeiras Torres de Babel.
    A principal crítica é em relação ao comportamento dos diretores alvinegros. Pessoas que acompanharam os encontros dizem que os representantes do clube adotaram discurso intransigente, quase arrogante. “Eles [dirigentes] apresentaram o projeto pronto, engessado, sem espaço para adaptações”, explicou um dos técnicos envolvidos no trabalho. “Muitas questões ali não estão de acordo com o que estabelece a Fifa, sobretudo para um estádio onde se pretende realizar a abertura do evento. Além do que, existe toda uma discussão interna do Corinthians quanto à qualidade do material ali utilizado. É óbvio que a construtora quer gastar o menos possível, enquanto a equipe de arquitetos que assina o projeto deseja materiais de primeira.”
    No Parque São Jorge, o projeto da arena corintiana é coordenado diretamente pelo diretor de marketing, Luiz Paulo Rosenberg. É sobre ele que recaem as principais críticas em relação à intransigência nas adaptações necessárias. Participantes das reuniões classificaram como “tensas” as discussões recentes e dizem que o clube conta muito com a força de costuras políticas para aprovar o projeto sem maiores discussões. O Estado tentou contato com Rosenberg, que não retornou as ligações.

    Exemplos. Dois casos foram citados para exemplificar a dificuldade na relação. O primeiro deles foi o grande número de pontos cegos no projeto apresentado. Para a Fifa, essa questão é fundamental, pois envolve compromissos comerciais milionários. A visibilidade tem de ser, no mínimo, perfeita em todo o estádio. O segundo é a acomodação dos camarotes. Os organizadores exigem que eles fiquem distribuídos por todo o anel, enquanto o Corinthians gostaria de concentrá-los em um lado da arquibancada. Nesse caso, o clube já deu sinais de que vai ceder.

    Outro aspecto que tem tirado o sono da Fifa é a apresentação da empresa que bancará a ampliação de 42 mil para 65 mil lugares, necessária para receber a abertura do Mundial e orçada em, aproximadamente, R$ 200 milhões. Espera-se que tudo esteja definido até o dia 31 de janeiro, data marcada para a apresentação das garantias financeiras. A obra completa deve custar algo próximo a R$ 600 milhões. O Corinthians calcula que as obras comecem em março.

    Engraçado, um projeto no papel e com pontos cegos? Isto é incopetência.
    Luís Paulo Rosemberg, o mesmo membro do conselho administrativo do Banco Panamericano, cujos balanços foram fraudados e o Banco Central também está atrás dele, deu um tombo de R$ 2,5 bilhões no Sílvio Santos, mas ganhou os bônus, falar que ele é quase arrogante, é piada, é arrogante mesmo.
    Outra piada é falar que “só” falta a empresa que vai bancar a ampliação, R$ 200 milhões, e quem vai bancar os R$ 400 milhões?
    O BNDES claro, vão dar o golpe, pegam a grana sem garantias, sem viabilidade econômica, e depois não pagam, a festa já acabou mesmo, para que pagar, o “probleminha” está que o BNDES “só” vai dar R$ 400 milhões, poderia dar tudo, os R$ 600 milhões e pronto, não falta mais nada.

  10. Henrique Janeiro 4, 2011 às 1:48 pm

    O SPFC com essas reformas está conseguindo trazer lucros para o Morumbi, mas se manter essa linha de raciocínio jamais terá um estádio com as necessidades que a FIFA exige em um estádio 5 estrelas. O SPFC está apenas MELHORANDO o Morumbi e não REFORMANDO e é compreensível visto que não quer se vender por um tempo para uma empresa privada e todos sabemos que um clube braileiro não banca uma reforma de verdade e completa em seu estádio.
    Acho que o SPFC teria que se preocupar em pelo menos puxar a numerada o mais próximo possível do campo e tirar aquele lixo de geral onde não importa quantas reformas tenha, ela sempre será RUIM. Para puxar a numerada não precisaria rebaixar o gramado, afinal apenas estenderia.. coisa que o Inter está fazendo no Beira Rio. Ou seja, os custos ficam bem mais reduzidos, e nesse caso oferecer nesses novos setores entradas e saídas específicas das “lojas camarotes” do Concept Hall até essa nova geral que seria a extensão da numerada, e na numerada de HOJE aí sim fazer camarotes decentes com uma vista decente. Eu mesmo jamais irei naqueles camarotes da atual geral do morumbi, pois sei que gastaria dinheiro pra caramba para ter uma visão TOSCA.
    Mas pelo visto é impossível o SPFC ao menos puxar a numerada próximo ao gramado né?! Talvez com a grana que se investiu em Hotel e “Mini Estádio” isso fosse capaz… a questão é apenas PRIORIDADE! SPFC tem que parar de ser arrogante e parar de achar que qualquer porcaria que eles planejam é lindo e maravilhoso, pois foi nessa arrogância que a FIFA deu um fora no Morumbi 2014.

    • Adauto Janeiro 4, 2011 às 4:55 pm

      Arrogância é querer impor a outrem algo que não têm capacidade e competência para fazê-lo.
      Arrogância e petulância.
      Querer dar lições de algo que não se conhece é de uma arrogãncia e petulância ímpar.
      Arrogância é construir um estádio deficitário para “agradar” a FIFA, claro, o agrado é em espécie, de preferência em EUROS.
      Nunca li no caderno de encargos da FIFA esse tal “estádio 5 estrelas”, já temos em nosso manto sagrado as cinco estrelas, nos bastam.
      De fato o SPFC está melhorando o Morumbi projetado por Vilanova Artigas, o que é muito difícil, grande arquiteto. Artigas fez parte do grupo de professores que deu origem à Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (FAU). Em 1969, por determinação do regime militar vigente no país, foi afastado da FAU e obrigado a se exilar brevemente no Uruguai, devido à sua ligação com o Partido Comunista Brasileiro (PCB), foi professor da disciplina Estudos de Problemas Brasileiros, durante este curso, subverteu o programa clássico da disciplina e levou à FAU diversas personalidades do mundo artístico, político e cultural, intelectuais de esquerda que também haviam sido perseguidos pelo regime, entre eles o pintor Aldemir Martins, o ator Juca de Oliveira e o então cardeal-arcebispo de São Paulo D. Paulo Evaristo Arns.
      Arrogância são analfabetos quererem destruir e modificar uma obra deste grande arquiteto, inventar defeitos que não existem só para satisfazer suas psicopatias.
      O Morumbi foi inaugurado em 02/10/1960, e nestes 50 anos nunca houve uma reclamação por deficiência de visão, nem o Morumbi,nem Maracanã ou Mineirão, de repente, do nada, aparece a dona FIFA com seus Jerônimos dizendo que tem que por dinheiro no projeto caso contrário “aparecerão” muitos defeitos.
      De fato, quem tem a visão “tosca” não deve ir ao Morumbi, nem ao Maracanã ou Mineirão, as arquibancadas não caminham, nem se aproximam, quem está em suas bordas sempre estará à mesma distância de quando foram inaugurados.
      O lixo do esboço arquitetônico do Itaquerão foi reprovado antes mesmo de ser apresentado, seus arquitetos nem sabiam que existia um caderno de encargos, somente ao final de setembro é que descobriram isso, muito competentes, e até hoje falam somente em expansão e visibilidade, não conseguiram ler o restante, está em inglês, não sabem nem como e para quê serve os 85.000 m2 de área externa ao estádio destinada a “uns tais diplays comerciais, área de hospitalidade, etc.”
      Penduricalhos do caderno, que não obriga a ter cobertura, mas para o Morumbi era obrigatório, vai entender o quanto queriam levar.
      Em outubro assisti ao jogo do SPFC e Inter no camarote Premium, perdemos de 3 a zero, junto com a diretoria do Inter, e falamos muito sobre estádios, eles não entendiam a exclusão do Morumbi e que estavam com o mesmo problema, principalmente por causa da Korea, área com visibilidade deficitária no Beira-Rio, 15.000 lugares em que a pessoa de pé fica ao nível do gramado, o que não é o caso do anel inferior do Morumbi, o qual elogiaram muito.
      Arrogância é fazer afirmações que não se conhece e querer dar lições, o “mini-estádio”, o Hotel e a expansão do REFFIS foi feito com verbas oriundas da Lei de Incentivo ao Esporte, só podem ser destinadas ao esporte amador e o Centro de Formação de Atletas Presidente Laudo Natel é para formação de atletas amadores, que poderão vir a ser profissionais, forma-se primeiro o homem, depois o atleta, formando-os como pessoas. Por isso, esta verba só pode ser aplicada com esta destinação, nunca em um estádio destinado a profissionais.
      No Morumbi, parte da reforma da pista de atletismo foi com verba desta Lei, esta pista serve também aos menores carantes, principalmente da comunidade de Paraisópolis.
      Estes largos espaços entre as linhas divisórias do gramado e as arquibancadas são extremamente úteis para os grandes shows, e somente o Morumbi em SP terá esta condição, e bastam cinco shows para pagar a manutenção do ano inteiro do estádio, o resto é lucro.
      Com o espaço entre a linha de meta (gol) e as arquibancadas pode-se montar uma arena para 25.000 lugares sem interferir no gramado, ou seja, apresentar um show de pequeno porte no sábado à noite e ter jogo no domingo à tarde, também único em SP, e a FIFA não vai tirar isso de nós, depois da copa, no dia seguinte, vem a realidade, os otários terão de pagar a conta, não somos otários, nem subservientes, como certos e determinados torcedores com miolo de galinha.
      Portanto, a arrogância foi da FIFA e de seus subservientes que fizeram uma porcaria de esboço de estádio e já aprovaram para a abertura, em um latifúndio de terras públicas municipais, irregular, esbulhado do povo de SP, em cima de dutos de combustível, em cima do córrego Itapeva, sem planejamento viário, sem estudo de impacto de vizinhança, sem viabilidade econômica, sem capacidade para atender ao jogo de abertura, sem um projeto para seu entorno, com capacidade limitada de estacionamento, e o pior, ludibriando o povo da Zona Leste, dizendo que um estádio vai melhorar sua condição de vida, um Hospital Escola Policlínico, como o Hospital das Clínicas, é o adequado e de direito para o povo da Zona Leste em terras que são do povo, o povo da ZL não é palhaço para merecer um circo mambembe. Este Hospital daria mais de 3.000 empregos diretos, atenderia mais de quatro milhões de pessoas, o corinthians e a Odebrecht que comprem terras particulares e construam seu estádio, em vez de roubar terras do povo.
      O Morumbi não precisa da copa, ele está muito bem assim, sem FIFA, poderia ser adaptado, desde que, após a copa estas interferências não atrapalhem sua viabilidade, não somos arrogante ao ponto de se fazer algo que não seja viável, só para satisfazer nosso ego, isto é arrogância, passando por cima de todos, ludibriando, fazendo conchavos, sendo o mais odiado no País, os fins não justificam os meios e nem tão pouco querer levar vantagem em tudo é útil socialmente ou te leva a algum lugar.
      O Morumbi não é perfeito, mas é muito bom, afinal, a perfeição é um chatice.

  11. marcos cisco Janeiro 2, 2011 às 6:17 pm

    GOSTARIA DE ACREDITAR, ou seriam promessas de campanha, O mêtro ficaria pronto neste ano de 2011…, O mono trilho saiu do papel pela prefeitura ou associações de bairro consiguiram embargar a obra…, e famosa arquibancada no cta tb foi promessa de campanha, entendo desta meneira, q este ano foi péssimo, estamos ficando atrás, dos urubus, ele conseguiram bombardear o nosso projeto, a politica de bastidores deles acredito ser melhor q a nossa.

  12. Paulo Barbosa Janeiro 1, 2011 às 11:08 am

    Sei não, para mim é notícia plantada de olho nas próximas eleições.

    Quem é sócio lembra da famosa nova sede social prometida pelo MPG, uma obra fantástica e faraônica, que não passou de 6 dúzia de buracos onde era o antigo campo de grama artifical.

    Passou as eleições, já era…

  13. O ano novo traz ma novidade para voce Dezembro 31, 2010 às 9:18 am

    O ano novo traz um ma novidade para voce Un grupo de parlamentares querem proibir o tabaco nos restaurantes ,bares e discotecas enquanto isso outro esta a preparar uma lei que foi sugerida pela Uniao Europeia ,que vai obrigar a todos os cidadoes a fazer analise de sangue de 3 em 3 meses Com essa ocasiao se vao descobrir droga na sangue nos que tem 14 -54 anos , alcol e tabaco dos com menos de 18 anos ,..leiam mais para saber o que vai acontecer http://www.party-boom.com/hugoejoana-casa-dos-segredos.html

  14. Vagner Dezembro 31, 2010 às 12:30 am

    Nesse quesito o SPFC está de parabéns!

    O cuidado e aumento do patrimônio é visível(estádio reformado com cobertura e ConceptHall, CT, CT/Cotia com Reffis II, Hotel, Mini-estadio, etc).

    Entendo ser esse o grande mérito da gestão do Juvenal.

    As Diretorias de Patrimônio, Marketing, Adm/Financeira vão muito bem, com grande destaque ao Casares do Mkt.

    Agora a de Futebol (Leco + JPJL) ….

    é a única diretoria que destoa do resto, e deveria ser o inverso.

    Já começo a gostar da idéia do Juvenal continuar, pois Leco na Presidência “aponta” para tempos medíocres.

Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 10.685 outros seguidores